Dicas da nutricionista para você não exagerar no restaurante por quilo


  • Postado em: 11/07/2019

É uma cena corriqueira para quem não tem tempo de preparar as marmitas da semana: você decide ir a um restaurante daqueles “por quilo” na hora do almoço, e acaba comendo muito mais do que a quantidade que te deixaria satisfeita. Ou então ataca as massas e as carnes gordurosas. Isso não é muito bom para quem está tentando manter os quilinhos em dia ou até mesmo para quem busca a alimentação equilibrada.

9 dicas para detectar fake news na área da nutrição


  • Postado em: 24/06/2019

Depois da nossa matéria sobre os influenciadores da saúde em geral, nós separamos algumas pegadinhas das redes sociais específicas sobre nutrição. Explica-se: a alimentação é uma das áreas mais atingidas pelas notícias falsas, ao ponto de o Conselho Federal de Nutrição (CFN) ter emitido em 2018 um alerta sobre o tema.

Overnight oat: prepare à noite e garanta um café da manhã nutritivo


  • Postado em: 24/06/2019

Overnight oat, ou aveia “adormecida”, “da noite para o dia”, “da véspera”… São muitas as traduções para um prato que não é novo, mas tem dado o que falar nas redes sociais gringas ultimamente. Afinal, quais os benefícios da refeição que leva a aveia como principal ingrediente e como fazer? A nutricionista Priscila Gomes, do Mundo Verde, explica para nós:

Alface crespa ou roxa: qual é mais nutritiva?


  • Postado em: 24/05/2019

Hortaliça folhosa mais popular no Brasil, a alface esbanja qualidades. Além de riquíssima em vitaminas e minerais, possui substâncias de efeito anti-inflamatório, como lipoxigenase e carragena. “E, devido à presença de lactucina e niacina, também tem propriedades calmantes”, informa a nutricionista Dai Cavalcante, da clínica Filippo Pedrinola, em São Paulo.

Mudanças que melhoram sua vida e a do planeta


  • Postado em: 09/05/2019

Tudo começou com meu guarda-roupa. Percebi que tinha muitas peças boas ali que por alguma razão estavam paradas: ou porque meu estilo havia mudado, ou porque havia usado tanto que peguei bode, ou porque elas continuavam nas etiquetas, na esperança de que algum dia pudessem me vestir por aí. A primeira limpa no armário foi libertadora. Me senti leve e desapegada. Mas essa mudança de consciência ainda se resumia ao guarda-roupa.